pandemia

Depois do estrago, Bolsonaro agora diz que governadores decidirão sobre máscara

Por Maurílio Júnior
Jair Bolsonaro joga a favor da Covid-19 e tenta desobrigar uso da máscara na pandemia. Foto: Divulgação

Depois de anunciar um acordo com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, para publicação de uma portaria que desobriga o uso da máscara para vacinados ou infectados pela Covid-19, Jair Bolsonaro disse, nesta sexta-feira (11), que caberá a seu auxiliar, a prefeitos e a governadores dar a palavra final sobre o assunto.

Leia também: Diretor do CRM-PB reage a proposta de Bolsonaro: “Escute quem intuba, use máscara”

Veja ainda: Máscara e vacina: Queiroga chama Bolsonaro de “excelente comunicador”; vídeo

“Ontem pedi para o ministro da Saúde fazer um estudo sobre máscara. Quem já foi infectado e quem tomou a vacina não precisa usar máscara. Mas quem vai decidir é ele, vai dar um parecer. Se bem que quem decide na ponta da linha é governador e prefeito. Eu não apito nada, né? Segundo o Supremo, quem manda são eles”, recuou Bolsonaro.

Ontem, ao blog, o secretário de Saúde da Paraíba, Geraldo Medeiros, já havia descartado a possibilidade.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!