futebol

Antes de internação de goleiro, Treze distribuiu ‘kit covid’ para atletas

Por Maurílio Júnior
Estádio Presidente Vargas, do Treze — Foto: Divulgação

Com 14 funcionários contaminados pela Covid-19, sendo 12 jogadores, a diretoria do Treze distribuiu o famigerado ‘kit covid’ —  medicamentos sem eficácia — para os atletas.

No fim da noite dessa terça (8), o goleiro Leandro Santos, de 36 anos, precisou ser socorrido para o Hospital Pedro I em Campina Grande onde está internado e respirando por aparelho. Ele está com 50% de comprometimento pulmonar.

Em nota, os atletas afirmam que a única assistência dada pela direção do clube foi a distribuição do ‘kit covid’, que eles próprios são cientes da inexistência de eficácia dos medicamentos.

“Enquanto a diretoria do Treze Futebol Clube afirma em todos os veículos de imprensa e para a torcida que está prestando toda a assistência aos atletas com covid-19, que não passa da distribuição do ‘kit covid-19’, sem eficácia comprovada no tratamento da doença, o goleiro Leandro Santos precisou ser socorrido por outro atleta, também contaminado, para um hospital”, relatam.

Mostramos na última segunda (07), que um dos 14 membros do Treze contaminamos com a Covid-19, relatou situação desumana vivida pelos atletas no clube. Segundo o atacante João Leonardo, jogadores estão passando fome por falta de pagamento dos salários.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!