pandemia

Em 8 dias, Patos e Sousa dão sinais que terão em junho mês mais letal da Covid

Por Maurílio Júnior
Novo avanço da Covid-19 pressiona hospitais da Paraíba — Foto: Agência Brasília

O número de mortes por Covid-19 em Patos no mês de junho já supera o registrado em todo mês de abril e praticamente encosta nas estatísticas de maio, período de maior agravamento da pandemia no Sertão.

Em 8 dias do mês de junho, Patos tem 11 óbitos, mais do que abril (08) e abaixo de maio (14). Em Sousa, já são 12 mortes, mais do que abril (10) e abaixo de maio (19).

Secretário de Saúde foi uma das vítimas 

Na sexta-feira passada (04), o secretário de Saúde de Patos, Eisenhower Alves de Brito Segundo, morreu aos 42 anos.

Ele chegou a ser intubado no Hospital Pedro I, em Campina Grande, precisando de auxílio para respirar, mas não resistiu.

Hospitais lotados

De acordo com o último boletim da Saúde, o Sertão tem ocupação de leitos de UTI em 96%, e 86% nas enfermarias.

No fim de maio, o governo estadual abriu 28 novos leitos na região, mas a taxa de transmissão no Sertão tem sido altíssima com a presença da variante P1 surgida em Manaus.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!