futebol

Denúncia de assédio sexual derruba presidente da CBF

Por Maurílio Júnior
Rogério Caboclo — Foto: Laís Torres/CB

Rogério Caboclo foi afastado, neste domingo (06/06/2021), da presidência da CBF por 30 dias. A decisão foi tomada pelo conselho de ética da entidade.

Ele terá esse tempo para se defender da acusação de assédio moral e sexual feito por uma cerimonialista da entidade.

Leia também:

Única mulher em federação, Ramalho ignora denúncia de assédio na CBF

O vice mais velho, Antônio Carlos Nunes, que é ex-militar e ex-presidente da entidade, assume durante o período de afastamento.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!