medidas restritivas

“Só leito não resolve”, diz cientista da Fiocruz sobre situação da Paraíba

Por Maurílio Júnior
Campina Grande bateu recorde de internações nas últimas 24 horas — Imagem: Reprodução

Cientista da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), o pesquisador Marcelo Gomes disse, na manhã desta segunda (31), ao blog, que apenas “medidas mais duras” poderão frear o novo avanço da Covid-19 na Paraíba.

Leia também: Boate com aglomeração é interditada em bairro nobre de João Pessoa

— Só [o aumento] de leitos não resolve o problema, para conseguirmos diminuir o número de internações e mortes, precisamos diminuir a transmissão, e para isso é fundamental evitar a exposição da população. Diminuir a circulação, as atividades presenciais, ao contrário a situação vai piorar.

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, neste domingo (30), a Paraíba tem 84% de ocupação dos leitos de UTI.

O Hospital da Unimed, em João Pessoa, tem ocupação de quase 100% dos leitos destinados para Covid-19.

Na semana passada, a Paraíba bateu duas vezes o recorde de infecções em 24 horas desde o início da pandemia em março de 2020.

Veja ainda: João Pessoa: hospitais lotados e… bares também; vídeo

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!