pandemia

JP segue recebendo pacientes de CG, que segundo boletim, tem leitos

Por Maurílio Júnior
Novo avanço da Covid-19 pressiona hospitais da Paraíba — Foto: Agência Brasília

Antes de qualquer coisa é preciso deixar bem claro: se há leitos disponíveis, estes precisam ser ocupados, de onde quer que venha ou quem seja.

Posto isto, pela segunda vez em uma semana pacientes com necessidade de internação por Covid-19 precisaram ser transferidos da segunda macrorregião, encabeçada por Campina Grande, para primeira, na Grande João Pessoa.

Na manhã de ontem (28), a Prefeitura de Lagoa Seca transferiu pacientes infectados pela Covid-19 para Capital. Segundo a nota, não há leitos disponíveis nas unidades hospitalares de Campina Grande.

Na semana passada, o Hospital Pedro I alegou “reserva técnica” para não receber pacientes na enfermaria. Inicialmente o Conselho Regional de Medicina contestou a decisão.

Segundo o boletim da Secretaria de Saúde de Campina Grande, o Município tinha na noite de quinta-feira leitos disponíveis, com ocupação de 81% na UTI e 77% em enfermaria. Hoje tem 84% na UTI e 82% na enfermaria.

Leia também:

+ Mais nove funcionários testam positivo para Covid-19 na Correio em Campina

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!