imbróglio jurídico

Ação da PGR contra vacinação de professores de JP deve perder efeito

Por Maurílio Júnior
João Pessoa iniciou neste domingo a vacinação em professores — Imagem: Divulgação/Secom

A ação da Procuradoria-Geral da República contra a vacinação de professores em João Pessoa no Supremo Tribunal Federal deve perder efeito até o fim da semana. Não há previsão de uma nova decisão da Corte.

Com a aceleração na imunização, a Capital da Paraíba se aproxima de atingir toda categoria.

Até terça (18), a Prefeitura havia vacinado mais de oito mil pessoas, restando cerca de 12 mil para contemplar toda classe.

O Sindicato dos Professores estima que a Capital tenha 40 mil profissionais da Educação, mas a metade já teria sido imunizada por fazer parte dos grupos prioritários.

Até às 21h desta quarta (19), a Prefeitura estará vacinando trabalhadores da educação do ensino infantil ao médio.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!