opinião

Ministério Público da PB transforma escola em abatedouro de professores

Por Maurílio Júnior
Volta às aulas na pandemia — Foto: Divulgação/Governo do Estado de São Paulo

Os Ministérios Públicos da Paraíba terão muito trabalho para explicar a sociedade porque estão pedindo na Justiça a suspensão da vacinação de professores anunciada pela Prefeitura de João Pessoa para este fim de semana.

E qualquer que seja a justificativa apresentada esta será imediatamente rejeitada. O pedido é uma ofensa a milhares de pais e crianças que estão há um ano e meio sem aulas presenciais, especialmente na rede pública.

Aliás, trata-se do mesmo Ministério Público que de forma reiterada tem pedido a retomada das atividades educacionais presenciais em todas as instituições de ensino da educação básica no município.

Seguindo este raciocínio, a escola virou um abatedouro de professores.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!