cpi da covid-19

Encurralado, Queiroga tenta defender Bolsonaro, mas começa deslizar

Por Maurílio Júnior
O ministro da Saúde Marcelo Queiroga fala à CPI da Covid no Senado — Foto: Pablo Jacob / O Globo

Marcelo Queiroga começa a escorregar na CPI da Covid-19. O ministro da Saúde tentou até onde deu não entrar em colisão com as declarações de Jair Bolsonaro sobre a pandemia.

Autonomia a Estados e Municípios 

Encurralado por raposas velhas, Queiroga discordou de Bolsonaro ao admitir que Estados e Municípios devem ter autonomia sobre medidas restritivas e até de lockdown.

Saia-justa

Pressionado por Renan Calheiros, o paraibano disse que “não estou participando da elaboração, nem consultado sobre o tema” de decreto que veda isolamento social proposto ontem por Bolsonaro. 

Guerra química 

Marcelo Queiroga disse desconhecer indício de guerra química da China sugerido ontem pelo Presidente da República.

Discurso único 

Queiroga agora diz que o governo precisa ter posição uniforme sobre, por exemplo, o uso de máscara. Ontem Jair Bolsonaro criticou a obrigatoriedade da proteção.

Acompanhe em vídeos pelo twitter @1mauriliojunior.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!