opinião

Ney Suassuna, um “cidadão de bem”

Por Maurílio Júnior
Ney Suassuna, em um gesto asqueroso, ofereceu dedo quando falava sobre a saúde de José Maranhão

Não falha um. O senador Ney Suassuna (Republicanos), aquele da Operação Sanguessuga e mais recentemente da Operação Calvário, é mais um caso da série “cidadão de bem”.

Na última quarta (20/01), ao comentar a saúde debilitada do colega (ou nem tão colega assim) José Maranhão em entrevista à TV Correio, Suassuna em um gesto asqueroso, ofereceu o dedo do meio para câmera.

É quase inevitável não lembrar que, há dois anos, Ney Suassuna bradava a plenos pulmões os mantras da moralidade, como retrata a foto desta publicação.

Em 2018, na carona de Veneziano Vital, que deduzo estar profundamente arrependido neste momento, Suassuna ainda foi eleito, para infelicidade da Paraíba, suplente de senador.

É o famoso cidadão de bem, defensor da família e dos bons costumes. Distância dessa gente é o que esperamos.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!