cota parlamentar

Deputado paraibano eleva gastos na pandemia

Por Maurílio Júnior
Frei Anastacio cochila no plenário da Câmara - Foto: Eduardo Barretto/Agência O Globo

Com metade da atual legislatura cumprida, os deputados federais da Paraíba já gastaram R$ 9,4 milhões em verba indenizatória. Wellington Roberto (PL) lidera a lista. O levantamento foi feito pelo blog.

O elevado custo leva em consideração gastos com aluguel de escritório, passagens aéreas, cafezinhos, churrascos, sobremesa, combustível e outros benefícios.

E apesar do isolamento social em 2020, devido a covid-19, obrigando a Câmara adotar o sistema remoto nas sessões, teve deputado que conseguiu gastar mais do que em 2019.

Foi o caso de Frei Anastácio, do PT, que torrou R$ 41 mil acima do registrado no ano anterior. O petista gastou R$ 498.331,42 em 2020, enquanto havia pedido R$ 456.666,46 de indenização em 2019.

Frei, porém, foi superado em gastos por Wellington Roberto, tanto na soma dos dois primeiros anos da legislatura (R$ 1 milhão), como somente em 2020 (R$ 499.698,13).

Veja a lista dos deputados que mais gastaram na atual legislatura.

R$ 1 milhão – Wellington Roberto (PL)
R$ 956 mil – Frei Anastácio (PT)
R$ 873 mil – Ruy Carneiro (PSDB)
R$ 850 mil – Wilson Santiago (PTB)
R$ 822 mil – Hugo Motta (Republicanos)
R$ 819 mil – Edna Henrique (PSDB)
R$ 817 mil – Efraim Filho (DEM)
R$ 815 mil – Julian Lemos (PSL)
R$ 797 mil – Damião Feliciano (PDT)
R$ 767 mil – Aguinaldo Ribeiro (PP)
R$ 504 mil – Pedro Cunha Lima (PSDB)
R$ 403 mil – Gervásio Maia (PSB)

R$ 9,4 milhões – Total 

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!