opinião

Bares e restaurantes saíram no lucro com decreto

Por Maurílio Júnior

Treze mortes foram registradas nas últimas 24 horas na Paraíba.

Óbitos e casos de Covid-19 em dezembro já superaram os números de novembro inteiro.

Basta passar pela Argemiro de Figueiredo, no Bessa, para constatar o desprezo de proprietários de grande parte de bares e restaurantes com os protocolos sanitários. Uns até promovem shows.

O decreto do governo da Paraíba que reduz o horário de funcionamento do segmento nos dias de Natal e Réveillon é brando diante do avanço cada vez mais acelerado do coronavírus.

Em São Paulo, por exemplo, apenas serviços essenciais irão funcionar nos dias 25, 26, 27 de dezembro e 1, 2 e 3 de janeiro. Em Curitiba, bares e restaurantes não funcionam aos domingos e também há limitações de horário.

A chiadeira de empresários, portanto, não se justifica na Paraíba. O decreto poderia ser mais rígido.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!