sociedade

Empresário de JP culpa auxílio emergencial por falta de cozinheiro

Por Maurílio Júnior
Romeu Lemos é dono do Salutte Restaurante

Um empresário de João Pessoa anda irritado com a criação do auxílio emergencial para pessoas vulneráveis durante a pandemia da Covid-19.

Segundo Romeu Lemos, dono do restaurante Salutte, e ex-secretário de Turismo da Paraíba, candidatos a vaga de cozinheiro e auxiliar têm feito “maiores exigências”, além de, segundo ele, apresentarem currículos mal feitos.

O questionamento do empresário é o seguinte: quando acabará o auxílio?

“Estou trabalhando com uma equipe muito reduzida, dos antigos, que realmente vestem a camisa e precisam. Governo dar dinheiro em troca de nada dá nisso”.

Veja, abaixo, a publicação de Romeu.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!