volta às aulas

MP avalia recurso contra decreto que libera aulas presenciais em JP

Por Maurílio Júnior

O promotor de Justiça Luis Nicomedes de Figueiredo Neto, que atua na defesa da Educação no município de João Pessoa, ainda não tomou conhecimento do teor do anúncio do prefeito Luciano Cartaxo e nem dos protocolos adotados para retomada das aulas presenciais na Capital.

Ao blog, a assessoria do Ministério Público da Paraíba informou que o promotor analisa a situação e poderá se posicionar e, se achar necessário, tomar alguma medida contra o decreto da Prefeitura.

A Procuradoria-Geral do Estado também aguarda um encaminhamento do governador João Azevêdo.

Leia também:

+ PMJP libera volta às aulas presenciais em escolas e universidades da Capital

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!