renda cidadã

Na PB, Onyx defende assistencialismo da direita contra assistencialismo da esquerda

Por Maurílio Júnior
Foto: Daniel Marenco/Agência O Globo

Ausente do anúncio do Renda Cidadã na segunda-feira (28), o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, disse hoje em visita a Paraíba, que o novo programa social do governo Bolsonaro substituirá aquilo que ele taxa de “dependência política das pessoas” se referindo ao Bolsa Família.

Onxy afirmou que Jair Bolsonaro ganhou a eleição “contra esse tipo de uso”, e que ainda aguarda a definição das fontes de financiamento para o programa. O ministro não comentou sobre a repercussão negativa no mercado financeiro acerca do governo utilizar recursos de precatórios e do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica) para patrocinar o assistencialismo.

– O Bolsa Família hoje é programa não estimula emancipação das pessoas, cria dependência das pessoas, cria uma dependência política. Não é isso que a gente quer. O governo Bolsonaro ganhou a eleição contra esse tipo de uso. Estamos aguardando a definição das fontes de financiamento para o programa e a autorização do presidente, amanhã tenho despacho com ele, vou conversar sobre o assunto de quando vamos poder anunciar as novas áreas em que o programa de transferência vai acontecer.

Na prática, Onxy defende o assistencialismo da direita (Renda Cidadã) contra o assistencialismo da esquerda (Bolsa Família). 

Comentários

Em respeito a Legislação Eleitoral, os comentários estão temporariamente suspensos.

error: Conteúdo Protegido!!