pegou fogo!

Tensão no Treze tem bate-boca, ameaça e pedido de demissão não aceito

Por Maurílio Júnior

Com salários atrasados e sem vencer na Série C, a tensão tomou conta do ambiente do Treze. Um grupo de jogadores ameaçou abandonar a concentração antes do empate com o Remo. Uma outra corrente do elenco foi contra e o bate-boca precisou ser contido pela ‘turma do deixa disso’. Tudo aconteceu no fim da noite de quarta-feira (9). O presidente Walter Júnior precisou ser chamado às pressas. Moacir Júnior tentou contornar a situação, mas não foi ouvido pelos atletas. Sem clima, ele entregou o cargo depois de mais um tropeço, mas ainda permanecerá técnico do Galo a pedido de Walter Júnior.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!