caos na saúde

No Trauminha, a ‘pena de morte’ continua

Por Maurílio Júnior

O popular Complexo Hospitalar Trauminha de João Pessoa é o clássico exemplo de sucateamento da saúde pública.

Ainda que recorrentes, as imagens de precarização daquele que deveria ser referência em cirurgia de urgência e emergência na capital do estado, são sempre chocantes.

Nesta sexta (28), a unidade foi novamente interditada pelo Conselho Regional de Medicina.

Segundo o órgão, nos últimos quatro anos, dez fiscalizações foram feitas e o que deveria ser melhorado, inacreditavelmente (ou não), piorou.

É uma eterna calamidade pública. Ou pena de morte para quem lamentavelmente não tem escolha.

Sacola plástica é improvisada de maçaneta – Foto: CRM

Mofo nas paredes – Foto: CRM

Buracos no piso – Foto: CRM

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!