crise

Educação infantil: escolas estimam duas mil novas demissões na PB

Por Maurílio Júnior

Fechadas desde março devido à pandemia da Covid-19, as escolas de educação infantil atravessam um momento delicado. Para 20%, o período de paralisação já significa o fim das atividades.

+ Reabertura de escolas na PB é considerada improvável

De acordo com Luciana Cordeiro, representante das instituições infantis, duas mil demissões estão previstas para as próximas semanas com o adiamento de reabertura do setor – devendo elevar o número de colégios falidos.

Antes da pandemia, o Sindicato das Escolas Privadas da Paraíba contabilizava 400 escolas infantis abertas.

Paralelo a crise na rede privada, as escolas estaduais já receberam aproximadamente quatro mil novas matrículas – saltando o número de alunos na rede para 250 mil.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!