Respiradores: Justiça higieniza contaminado debate na Paraíba

Por Maurílio Júnior

O juiz João Pereira de Andrade Filho, da 1ª Vara da Justiça Federal na Paraíba, determinou nesta segunda-feira (15) que a empresa Intermed Equipamento Médico Hospitalar LTDA entregue 84 respiradores pulmonares ao governo da Paraíba. Os equipamentos foram retidos pelo Ministério da Saúde, em abril, ainda durante a gestão do então ministro Henrique Mandetta, através de requisição administrativa. Cada respirador foi contratado por R$ 52 mil. Segundo os Ministérios Públicos Federal e Estadual, a ação do governo federal foi ilegal e prejudicou o planejamento feito pelo Estado no combate ao coronavírus. A decisão, embora tarde (mas antes tarde do que mais tarde), higieniza o contaminado debate na Paraíba.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!