Filho de Bolsonaro era investigado pela PF, diz ex-superintendente

Por Maurílio Júnior

O ex-superintendente da Polícia Federal do Rio Carlos Henrique Oliveira confirmou em depoimento nesta quarta-feira (13) que o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), filho do presidente Jair Bolsonaro, era investigado em um inquérito em curso na Superintendência da Polícia Federal do Rio de Janeiro.

Carlos Henrique, porém, afirmou que nunca recebeu cobranças do presidente a respeito de investigações em andamento. A informação foi obtida pelo jornal ‘O Globo’.

A confirmação da existência desse inquérito contra o filho do presidente é um fato considerado relevante para os investigadores, porque pode ser a prova de um interesse concreto de Bolsonaro na PF do Rio de Janeiro, e contradiz o discurso que vinha sendo adotado pelo presidente.

Logo depois que Bolsonaro nomeou Rolando Alexandre de Souza como diretor-geral da PF, uma das suas primeiras medidas foi trocar o superintendente da PF no Rio. Para isso, Carlos Henrique foi promovido para o cargo de diretor-executivo da PF em Brasília, o número dois na hierarquia. Depois, o diretor-geral indicou outro nome para o cargo de superintendente, o delegado Tácio Muzzi. (O Globo)

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!