Atacante virou Uber após calote de time paraibano

Por Maurílio Júnior

Deu no UOL. Revelado pelo Botafogo carioca, o atacante Octávio Merlo tomou um calote da Perilima de Campina Grande, clube o qual defendeu em 2019. Ele teve que virar motorista de Uber por alguns meses para manter vivo o sonho de seguir jogando profissionalmente.

Perrengue na Justiça

Sem receber e sem poder entrar em campo, já que o time paraibano não tinha calendário no segundo semestre, Octávio contou ao UOL que tentou um acordo, mas não conseguiu a liberação. A solução foi recorrer à Justiça. O processo, no entanto, se arrastou e fez com que o jogador tivesse que se virar para fazer dinheiro. A alternativa encontrada foi virar Uber.

Carta de alforria

A sonhada vitória na Justiça tardou, mas não falhou. Livre para fechar com um novo clube, Octávio acertou com o Beroe, da Bulgária, onde tenta o recomeço da carreira.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!