São João

Por Maurílio Júnior
Foto: Divulgação – Bruno Rafael / CBN

Se o seu mandato terminasse hoje, o governador João Azevêdo (sem partido) poderia dizer que, apesar do pouco tempo, fez chover no deserto. Ou quase isso.

Involuntariamente, o texto da nova PBPrev, enviado por Azevêdo ao legislativo – seguindo a recomendação do Tribunal de Contas e a nova lei previdenciária aprovada no Congresso -, foi capaz de unir Psol e bolsonaristas, Paulinos e Toscanos em Guarabira e até fez ricardistas pregarem diálogo.

Milagres que já fazem o governador ser chamado de São João.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!