Cartola: Justiça marca audiência para ouvir dirigentes do Botafogo-PB

Por Maurílio Júnior

Uma nova audiência de instrução e julgamento da Operação Cartola terá início no próximo mês, dia 26.

Trata-se de um segundo processo, que faz referência a participação dos então dirigentes do Botafogo-PB em uma suposta organização criminosa no futebol paraibano.

Nesta ação, são réus Breno Morais, ex-vice-presidente de futebol; José Freire, o Zezinho, ex-presidente e ex-vereador de João Pessoa; Guilherme Novinho, ex-presidente; Francisco Sales, ex-diretor de futebol; Alexandre Cavalcanti, ex-diretor jurídico; Alex Fabiano, empresário de atletas; José Renato, ex-presidente da comissão de árbitros da Paraíba; e Tarcísio José de Souza, ex-árbitro. 

No último dia 16, a Justiça iniciou o primeiro julgamento de parte dos envolvidos na Operação Cartola. Neste, o ex-presidente da federação de futebol da Paraíba, Amadeu Rodrigues, é réu, a exemplo de Breno, José Renato e Tarcísio, que integram, segundo as investigações, mais de um núcleo criminoso.

A Operação Cartola deflagrada pela Polícia Civil e Ministério Público da Paraíba, em abril do ano passado, acusa dirigentes e árbitros de manipularem resultados e falsificarem documentos no futebol do estado. 

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!