Ricardo: “Não se abandona companheiros e companheiras”

Por Maurílio Júnior

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) mandou um recado ainda que indiretamente para o atual governador João Azevêdo (PSB).

“Acho que não se abandona companheiros e companheiras”, afirmou em entrevista ao jornalista Wallison Bezerra, da TV Tambaú, neste domingo (5).

Ricardo explicou que a marcante frase “nesse governo ninguém solta a mão de ninguém”, dita dias depois da prisão da então secretária de Administração do Estado, Livânia Farias, foi bradada inicialmente pelo seu sucessor.

“Não é um sentimento impulsionado por articulação de mídias, que me leva a me afastar daquilo que acredito. Se acho que você não é culpado, vou ficar com você. Eu sou desse jeito. Sou leal”, argumentou.

Na última semana, o governador João Azevêdo (PSB) exonerou, a pedido, o secretário de Planejamento, Waldson Souza, o procurador-geral do Estado, Gilberto Carneiro, e remanejou Cláudia Veras, da Saúde para Executiva Articulação Municipal. Na última sexta-feira (3), a secretária de Finanças do Estado e esposa de Ricardo Coutinho, Amanda Rodrigues, entregou o cargo através das redes sociais.

“Tenho afeto pelas pessoas, reconheço nas três (Livânia Farias, Waldson Souza e Gilberto Carneiro) um trabalho enorme em benefício do Estado, sem ter tempo para dormir, passavam direto… fazendo tudo aquilo que permitisse o Estado chegar onde chegou. Tenho confiança que muita coisa que é dita é falsa”, respondeu Ricardo sobre as investigações da Operação Calvário, que miram especialmente seus ex-auxiliares.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!