Calvário: Ricardo vê espetacularização em operação

Por Maurílio Júnior
Ricardo Coutinho em convenção do PSB em 2018 - Foto: Maurílio Júnior

O ex-governador Ricardo Coutinho (PSB) disse que não teme ser alvo dos próximos desdobramentos da Operação Calvário, responsável por investigar um suposto esquema de corrupção com dinheiro da Saúde da Paraíba.

“De jeito nenhum. Se alguém quiser falar nesse momento, eu iria, abriria as portas. Meu patrimônio é compatível com a minha renda. Nunca recebi e não recebo nada de absolutamente ninguém. Fiz oito anos de governo e sei como era para um empresário conseguir um benefício fiscal e sei o que nós fizemos. E quando soube de algum movimento, não nessa área de benefício, dentro do estado, tomei providência na hora. Fico absolutamente a vontade para falar sobre isso”, afirmou.

Em entrevista ao jornalista Wallison Bezerra, da TV Tambaú, neste domingo (5), o pessebista ainda criticou mandados de busca e apreensão, solicitados pelo Ministério Público a Justiça, que resultam, segundo ele, em nada, sugerindo que a operação tem sido pautada pela espetacularização.

“O Brasil precisa ter muito cuidado é com a espetacularização, estamos vivendo um tempo de pós verdade. Vale mais aquilo que as massas acham que é, através de um processo de manipulação, de sentimentos, do que propriamente a verdade dos fatos. Muitas vezes você percebe as pessoas sendo condenadas antecipadamente. Isso é terrível para a democracia”, comentou.

“Não vejo problema que se investigue, desde que direitos e garantias das pessoas sejam preservados, desde que espetacularização seja afastada, desde que mídia fique no canto para informar e não construir a informação, desde que as pessoas não sejam condenadas antecipadamente”, continuou.

O ex-governador revelou que já ingressou com mais de trinta ações na Justiça em decorrência da Operação Calvário.

“Sei que há toda uma articulação. Observe: uma noticia falsa é dada aqui, repercutida acolá, espalhada em centenas de grupos de zap (sic) para atingir minha reputação”, disse.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!