Calvário também é solução para João

Por Maurílio Júnior

Convenhamos, se com cem dias de governo mudanças drásticas são tomadas, alguma coisa não anda bem. Na Paraíba tem sido assim em decorrência da Operação Calvário. Se as investigações do Ministério do Público causam estragos na imagem do governo do PSB – não poderia ser diferente: uma secretária e dois auxiliarem foram presos; outros podem tomar o mesmo caminho – também se apresentam como solução para o governador João Azevedo (PSB). Graças às consequências da Operação, o sucessor de Ricardo Coutinho tem posto (ainda aos poucos) sua digital em seu próprio governo, com as forçadas mudanças, evitadas no início da gestão por respeito ao líder maior. Nesta quinta-feira (2), o chefe do executivo estadual afirmou que outras trocas devem acontecer, depois das saídas de Waldson Souza (Planejamento), Gilberto Carneiro (Procuradoria Geral) e Cláudia Veras (Saúde), na última terça-feira (30). Por ironia do destino é a Calvário que tem dado a João a oportunidade de escrever a sua própria história no Palácio da Redenção.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!