“É um monte de vagabundo, rapariga e sem vergonha”

Por Maurílio Júnior

O início do Campeonato Paraibano 2019 começou como terminou a edição anterior: sujo. Pelo menos foi o que saiu da boca dos dirigentes do Sousa Esporte Clube após o empate com o Campinense. O time de Campina Grande fez seu gol no último minuto em um interminável tempo de acréscimo dado pelo árbitro Eloane Gonçalves Santos, de Sergipe.

>> Paraibano começa mergulhado em corrupção

Abre aspas para o diretor do clube sertanejo Rafael Abrantes. “A mesma vagabundagem continua na Federação Paraibana. É um monte de vagabundo, rapariga, sem vergonha e tudo no mundo. Trouxeram um bandido para apitar em Sousa”. O presidente do Sousa, Aldeone Abrantes, que é presidente da Câmara Municipal daquela cidade, disse: “O diretor da Federação, que é de Campina Grande, pegou a bola e jogou para o Campinense bater a falta. Está filmado. Mas vai acontecer o quê? O Ministério Público tem que interver nisso aí”. Continuou: “Isso é um ladrão”.

Ouça o áudio capturado em transmissão da Rádio Progresso de Sousa.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!