TSE investigará apoio de Ricardo a Haddad

Por Maurílio Júnior

O ministro Jorge Mussi, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), deu prosseguimento a ação que a coligação do candidato a presidente Jair Bolsonaro (PSL) pede para que se investigue o apoio do governador Ricardo Coutinho (PSB) ao petista Fernando Haddad. Bolsonaro acusa o Governo da Paraíba de usar a máquina pública a favor do ex-ministro.

>> Paraíba dormirá tranquila após domingo de fogo

Segundo a coligação de Bolsonaro, o reitor e o vice-reitor da Universidade Estadual da Paraíba teriam usado a estrutura da universidade para “fomentar” a candidatura de Haddad. A ação também diz que diretores de escolas e professores “estão sendo obrigados a tentar reverter votos favoráveis” a Bolsonaro.

>> Espiões nas universidades

Jorge Mussi determinou que as defesas sejam ouvidas. Após a resposta, analisará a necessidade de novas provas. A ação terá de ser julgada pelo TSE, em data ainda não prevista.

Jair Bolsonaro pede a inelegibilidade de Fernando Haddad e da vice Manuela D’Ávila (PCdoB).

Com G1

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!