Abre Aspas

Por Maurílio Júnior

“Vou, contra a minha vontade, contra o que eu pensava, contra os princípios e contra esses anos de luta contra o PT, acabar votando em Haddad. E, ao final da votação pedir desculpas a Deus, que ele me perdoe”, disse o ex-governador de São Paulo e ex-presidente do PSDB, Alberto Goldman ao declarar que vota no candidato do PT Fernando Haddad para presidente.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!