PP coloca Ribeiro na rota para eleição da Câmara

Por Maurílio Júnior

A eleição presidencial nem acabou, mas os partidos já começaram a se articular nos bastidores para a eleição da presidência da Câmara Federal, que só acontece no dia 1º de fevereiro. 

Líder do governo do presidente Michel Temer (MDB) e ex-ministro do governo de Dilma Rousseff (PT), o paraibano Aguinaldo Ribeiro (Progressistas) é lembrado por partidos do Centrão para concorrer ao cargo, caso o deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ) não demonstre o desejo de disputar à reeleição. 

É o que disse o presidente nacional do Progressistas, senador Ciro Nogueira (PP-PI), ao jornalista Wallison Bezerra, do Portal MaisPB. “Um excelente nome, mas vamos saber primeiro se Rodrigo Maia é candidato, se for candidato ele tem a preferência nossa do partido, nós temos uma aliança já de algum tempo com ele”, pontuou. 

Indagado diante da possível não colocação de Maia para entrar na disputa e se Ribeiro figura como opção imediata, Nogueira pontuou: “Com certeza, é um dos principais nomes que temos no partido, um grande nome”, arrematou. 

Partido de Bolsonaro não abre mão

Ao autor do Blog, o presidente licenciado do PSL e deputado federal eleito, Luciano Bivar (PE), adiantou que o partido não abrirá mão de fazer o novo presidente da Câmara. O partido terá a segunda maior bancada da Casa, com 52 deputados eleitos contra 56 do PT, a partir de 2019.

“O presidente tem que ser um candidato do PSL. Aguinaldo [Ribeiro] não é. Todos tem direito de lançar candidato, mas a tradição da Câmara diz que tem que ser o partido que é vencedor e que tenha a maior bancada. O PP fez trinta deputados federais, não tem como viabilizar a candidatura dele”, disse.

O PP elegeu na verdade 37 deputados federais e terá a terceira maior bancada da nova Câmara.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!