Crise atingiu o povo, menos os políticos

Por Maurílio Júnior

A grave crise econômica que assolou o país nos últimos anos, com milhões de desempregados e muitos abaixo da linha da pobreza, atingiu praticamente todos os setores da sociedade, menos a classe política. Basta consultar os registros de bens dos candidatos majoritários da Paraíba no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e atestar: nenhum sofreu forte impacto nas finanças de 2014 a 2018.

A maioria, pelo contrário, acumulou riqueza.

O senador José Maranhão (MDB), candidato ao Governo do Estado, é o mais rico, com R$ 8.037.673,96 de patrimônio. A também candidata ao Governo, Rama Dantas (PSTU), é a mais pobre, com valor declarado de R$ 8 mil.

Abaixo a evolução dos candidatos que disputaram as eleições de 2014 e disputarão 2018.

Governador

José Maranhão (MDB)

2014: R$ 8.830.629,26

2018: R$ 8.037.673,96

João Azevedo (PSB)

2018: R$ 1.058.340,88

Lucélio Cartaxo (PV)

2014: R$ 590.986,52

2018: R$ 746.963,23

Tárcio Teixeira (Psol)

2014: R$ 252.928,00

2018: R$ 299.157,64

Rama Dantas (PSTU)

2014: R$ 8.000,00

2018: R$ 8.000,00

Senador

Cássio Cunha Lima (PSDB)

2014: R$ 874.430,46

2018: R$ 892.798,00

Veneziano Vital (PSB)

2014: R$ 287.955,90

2018: R$ 735,413,02

Daniella Ribeiro (PP)

2014: R$ 125.000,00

2018: R$ 138.407,47

Luiz Couto (PT)

2014: R$ 71.310,09

2018: R$ 68.478,41

Roberto Paulino (MDB)

2014: R$ 1.456.001,00

2015: R$ 1.680.000,00

Nelson Júnior (Psol)

2014: R$ 100.000,00

2018: R$ 97.000,00

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!