Primeira impressão na Arapuan

Por Maurílio Júnior

Se a primeira impressão é a que fica, os candidatos ao Governo da Paraíba terão nesta segunda-feira (13), no debate da TV Arapuan (o primeiro em 2018, às 21hs), a prova de fogo. Tirando uma parte segmentada da população paraibana, que acompanha o passo a passo da política, a grande massa pouco sabe sobre os postulantes a sucessão estadual.

Basta conversar com o taxista, ir ao mercado, e percebe-se que João Azevedo (PSB) e Lucélio Cartaxo (PV), favoritos da disputa, são personagens ainda desconhecidos do eleitor. Um é tratado como o candidato do governador, enquanto o segundo se limita a ser o irmão do prefeito de João Pessoa. José Maranhão, no auge dos seus 80 anos, é tido como o político que ‘já deu o que tinha que dar’. Tarcio Teixeira (Psol) corre por fora.

Azevedo defende a continuidade do modelo gerido por Ricardo Coutinho nos últimos oito anos, o qual fez parte como secretário de infraestrutura. Governo que oscilou entre importantes realizações – infraestrutura básica, obras nas áreas de recursos hídricos, programa de estradas – a relações de conflito com diversas categorias do estado.

Cartaxo representa o grupo que derrotou duas vezes o projeto pessebista em João Pessoa (2012 e 2016). O discurso mira a relação humanizada entre poder e sociedade. Além disso, assegura que vai melhorar a segurança pública e diminuir a carga tributária, calos da gestão do PSB.

Aos 84 anos, Maranhão, por sua vez, diz ter um projeto inovador para a Paraíba. Aposta na alcunha “mestre de obras” para conquistar o paraibano mais uma vez.

Sem estrutura partidária, Tarcio Teixeira enfatiza que não é de conchavos e promete não poupar o trio.

O confronto exigirá independência. A experiência conta, mas não será o bastante para convencer o eleitorado, que entra em mais um processo, já fadigado.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!