PSB ainda cogita trocar o PT por Ciro Gomes

Por Maurílio Júnior

O candidato do PSB ao Governo da Paraíba, João Azevedo, defendeu que o partido repense a posição de apoiar a postulação do PT para eleição presidencial caso o ex-presidente Lula tenha seu registro negado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o que deve acontecer. O petista está preso por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do triplex e deve ser considerado inelegível pela Corte Eleitoral.

Ao autor do Blog, o pessebista salientou que a resolução aprovada pelo PSB no dia 30 julho sugeriu o apoio ao líder dos petistas e não a um plano B [Fernando Haddad]. “A partir do momento que não concretizar, caso não venha a se concretizar o registro da candidatura de Lula, o partido terá que se reunir para tomar outra decisão aqui na Paraíba especificamente”, condicionou.

Azevedo criticou a neutralidade tomada pela executiva nacional da legenda: “Na política tem que ter lado. É preciso ter uma posição e defenda-lá. Não se trata de perder ou vencer”, advertiu.

O apoio a candidatura fantasma de Lula era uma das condições impostas pelo PT para declarar apoio a Azevedo. Mais do que isso, ainda emplacou o nome do deputado federal Luiz Couto como candidato ao Senado.

Além de Luiz Couto (PT), o PSB caminha com a vice-governadora Lígia Feliciano (PDT), aliada do presidenciável Ciro Gomes (PDT), com quem os girassóis também mantém relação.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!