O mar vermelho de Maranhão

Por Maurílio Júnior

Apenas com o apoio do PR e Patriota em torno da sua candidatura, José Maranhão, nadará contra a maré para chegar a condição de governador da Paraíba pela quarta vez. Em convenção neste domingo (5), no Esporte Clube Cabo Branco, o emedebista destacou o desafio de concorrer contra duas máquinas públicas: o Governo do Estado, que tem João Azevêdo (PSB) como candidato, e as Prefeituras de João Pessoa e Campina Grande, que apoiam Lucélio Cartaxo (PV).

>> O ‘não’ de Manoel Jr. na decisão do PSC

“Também nas eleições de senador existiam duas máquinas contra mim e elas estavam aliadas, do mesmo lado, e nós vencemos as eleições. Agora estão divididos, estão mais fracos”, avaliou

Maranhão desdenhou de quem o chama de velho. Aos 84 anos, o senador se diz dono do projeto mais inovador entre os postulantes ao Palácio da Redenção. “O que o povo quer é um projeto novo, não uma cara”, defendeu.

“Eu sou velho, mas não sou velhaco, como muito”, alfinetou.

Como fez Moisés, Maranhão terá que abrir o mar.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!