Nem Lula poupa a seleção

Por Maurílio Júnior

Não falta mais nada. Nem o ex-presidente Lula, preso há dois meses na sede da Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, poupou a seleção brasileiras das críticas pelo empate com a Suíça na estreia da Copa do Mundo.

Lula lembrou que o bom desempenho do time comandado por Tite nas Eliminatórias da Copa e nos amistosos não são garantias de sucesso na Rússia. “Treino é treino, jogo é jogo”, advertiu.

“O jogo de estreia da seleção mostrou uma máxima do futebol que sempre repetimos. Jogo de Eliminatórias é uma coisa, jogo de Copa do Mundo é outra”, declarou o ex-presidente. “Sinceramente, o fato é que não jogamos bem e o adversário fez o que tinha de fazer, que era impedir o jogo do Brasil.”

O comentário de Lula foi enviada à equipe do programa Papo com Trajano, comandado pelo jornalista José Trajano, ex-ESPN, e lida por um locutor na emissora educativa TVT, sediada em São Bernardo do Campo na Grande São Paulo, e pela Rádio Brasil Atual.

Lula ainda escreveu que a Alemanha não é invencível depois da derrota para o México na estreia. “Duas coisas ficaram provadas na primeira semana da Copa: a Alemanha não é invencível e, entre os maiores craques, só o Cristiano Ronaldo fez por merecer”.

“O resto é conversa pra mesa de bar”, concluiu Lula.

Um comentário que merecia cadeia nacional.

Comentários:
error: Conteúdo Protegido!!